sexta-feira, 25 de julho de 2008

FILOSOFIA FELINA II

Mais um trecho do saboroso romance "Amor em Minúscula", de Francesc Moralles:
"Vida emocional
Diz-se que os gatos são egoístas, quando na realidade, são simplesmente espertos. Não vêm a você se podem fazer com que você vá a eles. Sua força reside em sua aparente indiferença. Preferem deixar-se amar a arriscar seus sentimentos deixando-os evidentes. Como bons taoístas que são, fazem sem fazer e governam sem governar. Limitam-se a manter sua dignidade e a se conduzir de acordo com seus caprichos. Não pedem carinho e por isso o obtêm sem pedi-lo. Os cães têm dono; os gatos, criados."

quarta-feira, 23 de julho de 2008

FILOSOFIA FELINA

Impossível resistir a prosa do romance de Francesc Miralles, Amor em Minúscula. Leve, fluente, descompromissada e inteligente, a obra do escritor espanhol cativa o leitor desde a primeira frase quando se é levado a conhecer Samuel, um professor de filologia alemã. Solitário, durante a noite do ano novo, ele recebe a visita inusitada de um gato. A partir de então sua vida toma um rumo inesperado, celebrada por amizades estranhas, reencontro com o primeiro amor e revitalização pessoal. Ágil, divertido, sem ser superficial, Amor em Minúscula compreende várias teses. Uma delas é que torna-se possível definir a personalidade de uma pessoa pelo fato de gostar ou não de gatos. Segue abaixo um trecho desse primoroso romance.
"A vida Espiritual
Os gatos são grande meditadores, além de especialistas na arte do Yoga. O felino é capaz de permanecer imóvel durante horas, viajando até seu próprio centro, para em um instante dar um salto ao mundo exterior e comprometer todos os sentidos naquilo que está fazendo. Sua vitalidade advém do repouso, porque o animal não consome energia em estados intermediários. Age ou descansa. Quando age, o faz como se jogasse vida naquilo. Quando descansa, como se nunca mais fosse se levantar. Não perde o tempo com hesitações."

domingo, 13 de julho de 2008

Pela voz do Buda

Agradeçamos, porque se hoje não aprendemos muito,

Ao menos aprendemos um pouco

E se não aprendemos um pouco

Ao menos não adoecemos, e se adoecemos

Ao menos não morremos,

Por isso, agradeçamos!

domingo, 6 de julho de 2008

POEMAS DE QUINTANAESSÊNCIA PARA SEGUNDA-FEIRA


O CAFÉ E O CHÁ
O café é mais intelectual - o chá, mais espiritual
INCENSO
Defumação aromática para hipnotizar Nosso Senhor
TÃO SIMPLES
A verdadeira coragem consiste apenas em não nos importarmos com a opinião dos outros... Mas como custa!
TRANSFERÊNCIA
Dar conselhor traz sempre um grande alívio porque nos desobriga de os seguir.
HAIKAI
No meio da ossaria
Uma caveira piscava-me
Havia um vaga-lume dentro dela.
Saudades do bom velhinho! Um ótima segunda-feira!